sábado, 2 de Maio de 2009

Herpes Genital


É uma doença sexualmente transmissível causada pelo vírus herpes simplex tipo 1 ou tipo 2, mas na maior parte das vezes é por este último, sendo mais comum nas mulheres provavelmente porque a transmissão de homem para mulher seja mais provável do que mulher para homem.


Os sintomas podem incluir:

- Feridas dolorosas (bolhas) nos genitais (por exemplo, no pênis de um homem ou na área ao redor da vagina de uma mulher), coxas e nádegas

- Febre (normalmente só na primeira erupção das bolhas)

- Mal-estar geral, dor muscular

- Corrimento vaginal

- Dor ao urinar

- Dificuldade para urinar

- Dor durante a relação sexual

- Coceira

- Sensibilidade, crescimento de caroços com pus na virilha.


Não existe nenhum tratamento pois o vírus permanecerá no organismo mas através de medicamentos antivirais pode prevenir e diminuir as erupções.

O herpes activo durante a gravidez, poderá ser transmitido ao bebé durante o parto. Para isso não acontecer terá de se informar o médico para se tomar as devidas providências para evitar o contágio.


Para evitar a Herpes Genital:

- Pergunte ao seus parceiro se teve ou tem herpes porque pode ser propagada através de áreas não protegidas pelo preservativo, como por exemplo, a virilha, coxas e abdômen.

- Evite sexo oral-genital e oral-anal com alguém que tenha feridas secas na boca. Feridas secas são causadas por vírus que podem infectar os genitais.

-Sempre usar preservativo durante qualquer contato sexual, pois não é possível saber ou predizer quando o vírus pode ser transmitido à outros, inclusive sexo oral-genital e anal-genital.



quinta-feira, 23 de Abril de 2009

Poliomielite


A Poliomielite, também é conhecida por paralisia infantil, pois ataca mais frequentemente as crianças.
É uma infecção viral causada pelo poliovírus.
Esta doença pode ser moderada ou até mesmo severa, e em casos mais graves pode levar à paralisia ou morte.
Este vírus pode propagar-se através do contacto com objectos, wc's, secreções, alimentos, água, entre outros.

Os sintomas: Parecidos com a gripe

* Febre
* Mal-estar
* Sonolência
* Dor de cabeça
* Dor muscular
* Corpo dolorido
* Náuseas
* Vómitos
* Diarréia
* Constipações
* Dor de garganta

Os sintomas geralmente aparecem de 6 a 14 dias depois da infecção.

Para prevenir esta doença existem dois tipos de vacina: A oral com vírus vivo e injectável com vírus inactivo.

quarta-feira, 22 de Abril de 2009

Varicela

A varicela é uma doença muito frequente na infância, que surge principalmente no Inverno e na Primavera.

Os sintomas são:
- Ligeira dor de cabeça;
- Febre moderada;
- Sensação de mal-estar (indisposição);
-Comichão devido as manchas pequenas, planas ou bolhas cheias de líquido e crostas.

Esta doença raramente ocorre pela segunda vez, isto porque implica uma imunidade permanente.

O vírus pode ser transmitido pelas secreções respiratórias, através do ar, qunado se tosse, espirra, fala ou ainda com o líquido das lesões cutâneas quando estas se abrem.

Há ainda outro modo de transmissão de vírus, que é a via transplacentária que pode levar à infecção do feto.

Os casos de varicela ligiera só requerem compressas húmidas sobre a pele, para aliviar a comichão.

Para prevenir este vírus existe uma vacina, que não é obrigatória em Portugal.

segunda-feira, 20 de Abril de 2009

Hepatite B


A Hepatite B é uma doença causada por um vírus que ataca o fígado, no qual o sangue é o principal meio de transmissão e em seguida é a saliva.

Os sintomas começam a aparecer no período de 4 a 6 semanas depois de ter sido infectado e podem ser:
- perda de apetite
- febre
- mal-estar geral
- fadiga

Outros possíveis sintomas incluem:
- urticária
- no caso dos fumantes, perda do gosto pelo cigarro

Sintomas que podem aparecer alguns dias depois:
- náusea e vômito
- falta de ar e gosto amargo na boca
- urina escura (cor de chá escuro ou coca-cola)
- pele e olhos amarelados
- dor logo abaixo das costelas do lado direito, principalmente quando pressionadas
- fezes de cor pálida e intestino mais solto do que o normal.

Esta doença pode ser transmitida pelas transfusões de sangue, compartilhamento se seringas, agulhas, assim como relações sexuais sem preservativo, são as formas mais preocupantes de contaminação.

Para evitar a transmissão da doença aos outros:
- Seja cuidadoso em relação à sua limpeza e higiene pessoais. Tome banho freqüentemente, tenha cuidado especialmente ao lavar as mãos com sabão e água quente, principalmente após usar o banheiro e antes de comer ou preparar os alimentos
- Limpe qualquer mancha de sangue com um desinfetante
- Não compartilhe agulhas, aparelhos de barbear ou escovas de dentes com os outros
- Não mantenha relação sexual até que não seja mais transmissor
- Não doe sangue.

Pessoas das seguintes categorias apresentam alto risco de terem Hepatite B e devem tomar vacinação contra a doença:
- Pessoas que trabalham em hospitais
- Parceiros sexuais de pessoas portadoras da doença
- Homens homossexuais.

A melhor forma de prevenção desta doença é através da vacinação.
Se tens alguma dúvida, pergunta-nos :)

quinta-feira, 16 de Abril de 2009

Doenças infecto-contagiosas


Olá :)

Somos alunas da Escola Clara de Resende, no Porto, do 12º ano do curso Ciências Sociais e Humanas e estamos a elaborar um projecto que incide sobre as doenças infecto-contagiosas.

Neste blogue iremos então publicar informações sobre algumas destas doenças.

Agradecemos que colabores com as tuas dúvidas ou opiniões :D


Obrigada